Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sexta-feira, 18 de março de 2011

POESIA PESADA

POESIA PESADA

joga a rima pra outra esquina

Deixe-me aqui a pensar

Regras, pra que te quero?
Normas me fazem tripudiar
Mas prefiro ter liberdade
Poesia de verdade é só linguagem, nada mais

Pra que regras se não as quero
Impero sem a elas exaltar
Quem as amar que as bajule
Eu quero é me esbaldar na literatura sincera
De azul aquarela, no repente
É minha natureza
A fortaleza dos meus versos está em não ter freio

Não corte minha inspiração
Sai do meio!
A transpiração do poeta não carece de rima
Ou de outra técnica qualquer
Porém, dá leveza

Minha poesia é pesada


ATEU POETA