Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sábado, 16 de abril de 2011

QUASE ÍCARO















Desiluda de uma vez este coração poeta
Prefiro  um não  a sonhar mil céus e cair qual Ícaro ao sol
É preciso pousar   a pena , declamar poesia
Calo o cálamo, que do calo nasça o canto
No arrebol a sinfonia adoça o peito
Satisfeito ou não o caminho é curto, então prossigo
Andarilho sem destino
O seio do mundo é um abrigo temporário

ATEU POETA
Fortaleza-CE
10h  e  15min
16/04/2011