Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 28 de março de 2012

AMARA


AMARA

O poema traduz tudo que calo
Cura os calos raros da razão
Na emoção que seduz
Traz paz ao coração

A pena é imensidão de luz
Reduz a pena que o mundo prega
Onde o poeta mudo renega a pena de si mesmo
Muda sem sombra de transubstanciação

Estância que demais demora
Aurora dos mais sublimes dias
Amara amara maré de amora

Amar aprendia
Mas essa poética não é de amor
Pura estética sem nostalgia

ATEU POETA
00:22
28/03/2012