Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

domingo, 22 de julho de 2012

MORFEU MORIBUNDO



ORFEU MORIBUNDO

Sem você nem chego a ser um apenas
A metástase de um poeta sem pena, tinteiro ou lirismo
Zagreus em catarse, sem bacantes, Atenas ou violino
Anoitecer de um poema inteiro; não há quem cante

Sonhador sem guarida ou morfema
Ferida a sangrar no fonema andante
Lida de um Sísifo forasteiro; nada que acalante
Ícaro sem asas ao sol; ateu no inferno de Dante  

Tântalo em eterna sede dialética
Romano preso no pântano frente aos unos
Crasso a fracassar frente aos parcos
Queda de Saulo cego; sem ego ou parcas para prever

Atlas a jogar futebol com o mundo
Orfeu sem Eurídice, moribundo no arrebol

ATEU POETA
17:53
22/07/2012