Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sábado, 27 de outubro de 2012

SENHORA DO CAOS


SENHORA DO CAOS

A vida real não tem trilha sonora
Teus olhos, duas bolas que prendem meu coração
Gaiola das minhas asas
Abrasas sem dar calor

Se esvai em vapor
A pouca razão da minha trajetória 
Fascinação peremptória
História longínqua

À míngua, eis um poeta em solidão
À deriva nesse mar de ilusão
Abraçado à imagem
Perdido, à margem do mundo

À sombra da tua aurora
És senhora do caos profundo

ATEU POETA
27/10/2012