Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

MUSA DO NATAL


MUSA DO NATAL

-Musa do natal
-Qual o portal para o teu coração?
-Faz de mim ritual
-O pedestal para a tua paixão

-Fogo que te queima
-A centelha da tua vida
-Quero explorar as minas dos teus filamentos
-Deflorar-te os pensamentos

-Acolher-te os tormentos
-Ser ator do instante mais feliz
-Seja a atriz dessa peça aquarela
-Na imensidão de um momento

-Que teu regaço seja
 A minha fortaleza, guarida e canção

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
25/12/2012

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

FELIZ SOLSTÍCIO DE INVERNO

FELIZ SOLSTÍCIO INVERNO
(Natali Solis Invictu)

Câmara Municipal de Pacoti está de parabéns pelas homenagens aos seus cidadãos ilustres, pela ampliação, o cuidado que tomará com o seu arquivo e por manter o jornalzinho informativo que já existia.

Mas, sendo eu o 1º homem HISTORIADOR de Pacoti e Idealizador e Criador do 1º Arquivo Público do Interior do Nordeste; o Arquivo Municipal José Audísio de Sousa,  tenho que desfazer o pequeno equívoco impresso no jornalzinho da Câmara de Pacoti. 

Nós não temos mais Arquivo Público em Pacoti, por que fora fechado em 2010. Eu mesmo noticiei isto, mas, é uma boa deixa para que os vereadores o reabram, uma vez que este arquivo fez Pacoti ganhar repercussão nacional por ser um feito reconhecido em Brasília e por ainda servir de inspiração para que outras cidades do Interior do Nordeste tenham criado seus próprios Arquivos Públicos e para que o próprio Governo do Estado do Ceará tenha prometido abrir 20 Arquivos Públicos pelo interior, com um sistema de Arquivos Públicos ainda por vir.

Pois bem, que o Arquivo Público de Pacoti seja restaurado. Esse é o pedido de Natal e Ano Novo desse HISTORIADOR de Pacoti, filho da outra única e primeira HISTORIADORA de Pacoti, a qual foi homenageada ontem por ser a primeira Mulher Escritora de Pacoti; Rosimar Brito, que, por sinal, também me ajudou a elaborar o projeto de lei que defendi na Câmara Municipal de Pacoti, que fora aprovado por todos os vereadores na época.

Um bom Natal e um próspero Ano Novo. Um feliz solstício de Inverno!

Aproveito aqui também o ensejo para parabenizar a Prefeitura por trazer cantor de tão grande voz da Orquestra Filarmônica do Ceará juntamente com a Orquestra Filarmônica de Crianças do Ceará situada em Redenção através de uma associação cultural que ensina 45 crianças. Parabéns também ao Município de Redenção pelo belo trabalho.

Como diria o ilustre Arthur da Távola: "Música é vida interior. E quem tem vida interior, jamais padecerá de solidão.

Aroldo Filho
O HISTORIADOR DE PACOTI
HISTORIADOR, Poeta, Blogueiro, Professor e Jornalista Independente
Presidente e Criador do Jornal Delfos-CE
Criador do 1º Arquivo Público do Interior do Nordeste
SÓCIO DO INSTITUTO DESENVOLVER
Pacoti-Ceará-21/12/2012

domingo, 16 de dezembro de 2012

SONETO PARA INGLÊS VER



SONETO PRA INGLÊS VER

Knockout, Logout, Blackout, Know-how
Em que lugar nasceu o sol?
É tudo blues no arrebol? 
Causa sine qua non um téte-a-téte

Não terá close-up em Oklahoma
Never in stand by, ninguém trará o sal
Forever very much hot, my baby
A minha neve é mais branca que a sua

O poeta não pode ter a lua, mas canta a língua
De um país já esquecido, enfant-gaté
Que desconhece suas tribos pelas ruas à míngua
Renega a própria tropa em abril

Para se espelhar no pirata da Europa
Que ancora, faz morada, leva prata e traz fuzil

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
17/12/2012

CLAVE DE SOL


CLAVE DE SOL

Violas, violetas e violinos
Arco-íris de colibris em flores 
Aresta do retrô enfeita em festa 
Quem dera ser trovador

Nos meus sonhos de menino
Uma clave de sol  acorda sem dó 
Um vagabundo no metrô
A poesia do dia a dia me traz de volta o ar

Devolve a solidez ao mundo
Transforma lamentos em acalanto
Encanta o canto mais profundo
Devora dor e tormento

Abre as janelas do meu pensamento
Faz da minha solidão o seu lar

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
17/12/2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

ÁCIDO



ÁCIDO

Apesar da juventude ácida
Queremos imortalidade
Glória e irmandade nas andanças
Com raça de quem não se acanha

Poesia é alimento das entranhas
Nesse peito aberto e sem alento
Coração sem alma e desatento
Atento a mente para as tentações

Estaremos unidos em outras estações
Fascinações e sinas
A caneta dorme em cada esquina
Nas mãos dos analfabetos nos sinais

Será sinal dos fins dos tempos?
Ou são meros rituais?

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
09/12/2012

sábado, 8 de dezembro de 2012

O FIM DO MUNDO


O FIM DO MUNDO

Todo dia é o fim do mundo
A cada três segundos 
Uma pessoa morre
De fome

Sem nome ou lar
Miséria total
À margem do sistema
Antes de ser cidadão

Ecossistema da corrupção
A nação defraudar
Quando se aprende a roubar desde as fraldas
O caminho é ser a voz da razão

Onde todos têm um preço
E apreço à manipulação

ATEU POETA
08/12/2012

SUBVERSIVO


SUBVERSIVO

Sempre haverá um subversivo
E será você
No crivo de alguém
No subjuntivo

Judas e Matusalém
Pedro, que três vezes nega
Afunda, pois é pedra
Seu peito é prisão

Nós somos o sistema que queremos derrubar
E todos cairemos
Somos os lobos do mundo
E a morte um leão voraz e profundo

Bobos Saulos cegos a lutar
Bóbus, em um ego salutar

ATEU POETA
07/12/2012

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A BAILARINA



 A BAILARINA

-Só tu sabes as dores que o belo traz
-Um dançante por trás te levantas
-Doce elo com o ar 
-A tua estrela a brilhar

-Sem às na manga
-Sobrevoas e encantas
-Acalantas a platéia 
-Capaz de enobrecer alcateias

-Aplausos clamam por mais
-Rodopios, giros e saltos
-Ninguém sabe da tua garganta
-O grito suprimido

-Os calos que calas para aperfeiçoar a arte
-Faz parte o bem atuar

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
05/12/2012

ILUSÃO DE SER LIVRE

http://jornalherege.blogspot.com.br/2012/12/ilusao-de-ser-livres.html



segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

EGO FUGAZ

EGO FUGAZ

Quando pensei que tudo sabia
Abateu-me um profundo vazio
Os enigmas do mundo
É que formam meu brio

Tropecei, daí, na tristeza
Artista sem vocação
Descobri que nada faz sentido
A poesia aqui jaz

Darwin me devolveu o estampido
Big-bang da novidade
Webster fez claridade 
No pesamento interrompido

Damásio completou a fonte
Foi ponte para o ego fugaz 

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
3/12/2012