Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sábado, 2 de fevereiro de 2013

FOGO



FOGO

Matam tudo o que é diferente
Até os sonhos ardentes
Que nos fazem resistir a fio  
Batendo no peito febril

Ao querer mudar o mundo
Mas, no fim das contas
Tudo é repetição
Mesmo nossos corações

São unções do tormento
Da guerra e do lamento
Dos povos em convulsões
Consumidos pelo fogo em desatino

De erupções forjadas
Que não dirão nada às próximas gerações

ATEU POETA
O HISTORIADOR DE PACOTI
02/02/2013