quinta-feira, 21 de novembro de 2013

PERFUME


PERFUME

Teu perfume partiu
Em memória e saudade
História peremptória
Passageira mocidade

O ritmo
A beleza
Da noite
Se esvai no vento

A vida é açoite
Sem assento
Ou flores de abril
Um sorriso feminil

      Diáfana sinestesia
Na maestria de um momento

Ateu Poeta
O QUESTIONADOR

22/11/2013
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.