Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

EXPLODINDO BURACOS-NEGROS


EXPLODINDO BURACOS-NEGROS

Se vários campos-gravitacionais cercarem outro campo em 360 graus e se afastarem dele ao mesmo tempo seria possível fazer esse campo explodir e a matéria dentro dele também, se o campo central for o mais fraco.

A explosão, no entanto não criaria uma “corda” a sair por aí como uma suposta “fantasmogênese” física a ultrapassar outros universos que se supõe que existem em algumas teorias.

Talvez fossem gerados raios-cósmicos, que também não estou certo se existem, ou algumas partes da matéria e do próprio campo rompido fossem transmutadas para raios luminosos por ficarem radioativas ao ser expostas a tamanha força de pressão que talvez transmutasse matéria em radiação eletrostática.

Daí, se pudéssemos criar buracos-negros artificiais com força de sucção maior que um original e os puséssemos em 360 graus deste ele explodisse e pudéssemos saber o que de fato haveria no interior, supondo que alguns pedaços da matéria central ainda permanecessem originais após serem submetidos à tamanha catástrofe.

Ou, de repente, surgisse no centro do buraco-negro rompido a tal “antimatéria” da qual uma suposta colher de chá jogada na Terra a deixaria feito um queijo suíço antes de juntar-se ao seu núcleo, se é que se juntaria ao invés de simplesmente atravessá-lo; isso numa suposição de existência da antimatéria que talvez pudesse ser criada no centro do buraco-negro que por estar fatiado já não mais produziria raios-gama.

Ateu Poeta
O QUESTIONADOR

Pacoti-CE, 30/01/2013