domingo, 9 de fevereiro de 2014

DIAMANTE CAP 10: A ESPADA DE ODIN

DIAMANTE
CAP 10: A ESPADA DE ODIN

Cai dentro do mesmo vulcão onde estava DION um vampiro malkaviano.

_Ajude-me, Dion.

_E por que eu faria isso se eu tenho é que matar todos os vampiros daqui?

_Mas, não a mim. Eu nunca quis matar os questionadores apenas sou perseguido por ter previsto você matando os filhos de Lilith e assumindo o trono do vampiro supremo.

_E onde o Vampiro Supremo está?

_Ele foi morto pelos seus próprio lacaios que agora farão uma nova linhagem através de Lilith que põe um ovo apenas com vários de seus filhos eclodindo como larvas. O ovo afunda no chão após o parto e de dentro eclodem larvar que fazem casulos no teto de uma caverna, e ela tem várias para esse fim, e de cada casulo sai uma criança. Quando todas as crianças se entreolham se atacam e começam a fazer diabler umas nas outras até apenas uma sobrar a qual vira adulta e sai da caverna como um vampiro supremo. Mas ela põe um ovo por caverna e há pelo menos 100 delas que eu consegui avistar em minhas previsões, o que significa que haverá pelo menos 100 Vampiros Supremos novos. Mas o atual Vampiro Supremo nascerá de novo da própria cabeça assim como Zaratustra na Grécia.

_Digamos que eu acredite em você, o que você precisa?

_A alguns quilômetros daqui há um outro vulcão onde pretendo mergulhar para ficar de diamante assim como você porque estou prestes a morrer e não conseguirei sozinho.

_E quem está atrás de você?

_Alguns guardiãs de algumas das cavernas que eu invadi para roubar os ovos de Lilith.

_E porque você correria tal risco?

_Porque são ovos de ouro deste universo, uma espécie de ouro muito resistente que eu uni a esta espada para aumentar-lhe o poder. Esta é a espada de Odin, também chamada de Espada de Zeus, e Espada de Deus, ou Espada de Átila, o uno que a usou para unificar todos os unos mas que morreu um pouco antes de a perder. Quando a Terra foi destruída essa espada saiu pelo espaço voando por muitos universos e eu consegui toma-la de um toreador, talvez o último da espécie. Essa espada foi jogada para Sigmund, encontrada por Sigurd e depois jogada por Deus para o Rei Arthur e chamada de Escalibur, mas também teve vários nomes a cada vez que era forjada novamente pois o material por ser muito bom sempre era guardado ou achado por algum bom ferreiro.

_Então, agora a espada está dourada?

_Sim, está com a aparência da sua antiga bengala-espada de diamante. Eu a entrego a você para que me ajude a chegar ao vulcão uma vez que neste aqui não resta mais nenhuma lava.

_E por que você acha que eu preciso de espada se agora eu sou inteiramente de diamante vermelho com uma densidade indescritível.

_Porque a sua cabeça ainda está a prêmio, Questionador, e esta arma capaz de partir ao meio vampiros supremos como manteiga quente.

Nesse momento entram centenas de grifos e o malkaviano some.

Isso é uma ótima montaria, pensou Dion a pular sobre o mais próximo e lhe dominar a mente. Saiu a vagar muito velozmente a procurar onde poderia haver algum outro vulcão e achou alguns. Pulou de cabeça em todos os que viu a consumir-lhe a lava inteira e ficar ainda mais forte e vermelho quando percebeu que a sua montaria estava sendo seguida de perto por outra.

_Você? O que está fazendo aqui?

_Eu fugi com você nesse seu grifo na primeira viagem e agora estou muito mais forte. Usei a minha ofuscação, por isso não pode me ver. Agora trarei todos os grifos comigo e invadirei mais cavernas para pegar mais ovos e assim fortalecer mais ainda a espada.

Ateu Poeta, O QUESTIONADOR

10/02/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.