Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

terça-feira, 29 de abril de 2014

FÂNTASOS E THANÁTOS


FÂNTASOS E THANÁTOS

Tua morte foi para mim sem amparo
Um disparo no coração
Disparate do universo
Até os meus versos choraram

Tudo ficou vão
Senti-me menos que um ampère de átomo atroz
Atrás da estrela que aqui jaz
Jazz que brilha no céu

Eu cá com meus ais e botões
A vida é feita de ilusões
Tudo um sonho de Fântasos 
Que um dia terá fim

Ciclo sem volta nem razão
Até o anátema de axioma no seio voraz da escuridão

Ateu Poeta
29/04/2014