segunda-feira, 26 de maio de 2014

SONHOS AO VENTO

SONHOS AO VENTO

Soltes teus sonhos ao vento
Que o alento se propagará
Atento ao tempo caça o carcará
Em voo sem freio

Por que nem só do condor é o céu
Cada um é menestrel
No mundo seu
Com asas perfeitas

Paralelas ao cantar
E não devem ser cortadas
Mas ensinadas a voar
Cada vez mais alto e rápido

Para no fim
Poder rapinar

Ateu Poeta

26/05/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.