sábado, 3 de maio de 2014

VERMELHO MAR



Tua boca é Mar Vermelho
E eu não tenho ajuda de Deus
Porque sou ateu
Perdido na terra de gigantes

O jeito melhor de abri-la
É fazendo graça
Para um sorriso que brilha de graça
E encanta o mundo

Meu peito canta
Dança e fibrila
Ainda que eu fosse samaritano
E tu do Egito

Haveria aqui um grito
Sofrido de esperança

Ateu Poeta
03/05/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.