Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

terça-feira, 26 de agosto de 2014

NO SEIO DA AURORA

NO SEIO DA AURORA

Palavras já mudaram o mundo
Mas nenhuma das que pronunciei
Entre escolhas e renúncias
Perdi meu par e não tenho rei

Esqueci pronúncias, enxadas e pás
Estradas tortas.me levam para lugar algum
Não filho de Deus nem do Diabo
Viracocha, Xiva ou Ogum

Não sou personagem de Servantes
Servo de Dante ou Lorde Byron 
Barão de Burbom ou baronesa de neon
Em diamantina fortaleza de Aión 

Nas asas do condor meu sonho mora
No seio da aurora escondo a minha dor

Ateu Poeta
26/08/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.