Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

VENTO FRIO E VÃO

VENTO FRIO E VÃO

E se eu não sentir essa vontade muito louca
De beijar sua boca de madrugada até o amanhecer?
Quando eu não puder vestir-me com seu carinho
Sanando a saudade com sabor e saber

E se no fim só construirmos mentiras
Meras vidas de armadilhas
Fantasias onerosas sem prazer
Quimera que finge Nefertári ser

Não quero um tesouro perfeito
Beber o néctar da sua fonte de amor
Já me deixa satisfeito
De dentro do peito é que vem o valor

Se for ilusão eu vou embora
Agora. No vento frio e vão

Ateu Poeta
14/08/2014