sexta-feira, 10 de outubro de 2014

INFERNO DE DANTE

                      http://ateupoeta.blogspot.com.br/2014/10/inferno-de-dante.html

INFERNO DE DANTE

Ah, o amor!
Essa dor incessante
Num coração errante
Que rima com flor

Flui para Dante
Um inferno niilista
Que não consta na lista
Deste céu de condor

Ícaro ao sol entoa a canção
A queda é certa
Doce escuridão
Deixa a mente deserta

Nostalgia que aperta o fio da razão
O poeta na pista perdeu a ilusão

ATEU POETA
10/10/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.