Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sábado, 29 de novembro de 2014

VENTO E VIDRO

VENTO E VIDRO

Poesia verde da mata
Viço e vício que mata
De vez é vento veloz
Madura estrada feroz

Fere o âmago mais firme
Com fineza sublime
Deixa até cicatriz
Exala acidez

Viuvez da Matrix
Apodrece por um triz
De tristeza contida
Flui na luz da lua

Crua e nua é mulher
Ventre e vidro no caos

Ateu Poeta
29/11/2014

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

ELANE

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2014/11/elane.html
ELANE

Elane, não me engane
E não me desengane
A sua perfeição fugaz
Vai explodir meu coração

E vem roubar a minha paz
De que adianta ser
Tão linda e não me ver
Nem me querer

E me deixar na solidão
À sombra da sua canção
Sobrevivendo de ilusão
Desejo e fascinação

Enlouquecendo de paixão
Perdido na multidão?

Ateu Poeta
17/11/2014

CÉREBRO POSITRÔNICO

CÉREBRO POSITRÔNICO

Cérebro positrônico
Robô astronômico
Existe um medo tão real
De tudo que é eletrônico

Analógico e virtual
A inteligência artificial nos rege
Seja retrógrado ou herege
Nesse mundo digital

São tantos vírus cibernéticos
Epidemia global
A radiação mais cancerígena
Torna a vida mais nociva

Mas, também tecnológica
Conforto e lógica capital

Ateu Poeta
17/11/2014

sábado, 15 de novembro de 2014

PARLENDAS

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2014/11/parlendas.html
PARLENDAS

O mau fazendo o bem é mais benquisto que o bom
Como se a bondade fosse dom
O tom dado por alguém
É complicado distinguir o que brilha

Do que refrata e translucida
Nenhuma farroupilha elucida
Nesses tempos de ilusão
Vivemos de escuridão e medo

Segredos, vivendas, parlendas
Mitos, mentiras e lendas
Não há diferença
Tantas sentenças ao contrário

Fundamentalismo arbitrário
Que não sabe ler nem contar

Ateu Poeta
15/11/2014

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

ROBOCOP

ROBOCOP

"A ilusão do livre arbítrio"
Trítio, vibranium, adamantium
O homem já é uma máquina falha
Com fria mortalha estendida

Feito capa de herói
Sua sede o corrói
Ódio, medo e a própria lucidez
Propina, prótese, propriedade imprópria

Insensatez, vingança, lei
Um policial que foge do controle
Cybercop batimizado
Semivivo e rebatizado 

O cérebro é mais complexo do que pensamos
A verdadeira arma que usamos

Ateu Poeta
12/11/2014

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

PRELÚDIO

PRELÚDIO

A música só é completa com poesia
Barítono, contralto, soprano, tenor, e alto
Adágio, andante passant, allegro con grazia e pianíssimo
Piano de cauda, violino, flauta transversal, contrafagote e oboé

Funk, tango, salsa, ,merengue e lambada
Forró, arrocha, maxixe, country e valsa
Kuduro, rebolation, frevo, street e capoeira
Samba, reggae, soul, rock e gafieira

Jazz, dança do ventre, indiana, cigana e tribal  
Punk, perreo, balé, blues e mambo
Atabaque, agogô, viola, pandeiro e berimbau 
Violão, pífano, sanfona, gaita e lira

Soneto, sonata, serenata, saudade e sinfonia
Orquestra, drama, trama, seresta. maestro e prima donna

Ateu Poeta
10/11/2014

CORAÇÃO DE VELUDO

CORAÇÃO DE VELUDO

Seria o amor serena flor que desabrocha
Para o sol se por ao meio-dia?
Uma paixão fria e perene
Náu à deriva

Bote sem leme
Barco sem vela
Corrente, algema e prisão
Canção, erudita na massa

Saudade que não passa
Eterna ilusão
Garoa que grita
Em um coração de veludo

Nudez, sobretudo
Medo, mundo e mudez?

Ateu Poeta
10/11/2014

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

PAIXÃO SOLAR

PAIXÃO SOLAR

O mundo é vazio sem o seu olhar 
Não quero ser tão frio sem saber lutar
Sem você nada tem razão
Nenhuma ilusão pode consolar

Espelhos de sedução
São suas íris a brilhar
Mais bela que Ísis 
Exerça o seu lugar

O meu coração só sabe cantar
A mesma canção sem refrão sob o luar
A fascinação vira paixão solar
Pegue a minha mão. Então, vamos dançar?

refrão:
Lá lá iô lá iá, ê, ê ê ê
Lá lá iô lá iá, ê ê ê ô

Ateu Poeta
07/11/2014

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

CÁLAMO DE CARMIM

CÁLAMO DE CARMIM

Qualquer palavra é mais bonita
Proferida por uma bela voz
Calefação numa boca de carmim
De mulher vivaz veloz e decidida

Calafrio e faz calor
Teu seio tem sabor de arrebol
Em um mundo mais azul
Imerso em cada verso do sol

Foz de flor no vendaval
Plumas campari na tempestade
A poesia parte o silêncio na metade
e segue sem freio a cantar

Sempre fere novos papiros
Adere aos doces delírios de calados cálamos em Catar

Ateu Poeta
06/11/2014

BEIJO E BATOM

BEIJO E BATOM

Beijo, boca, batom
Aquele tom de vaidade
Frenesi nos bares
Luzes e luas da cidade

Variedade de desejos
Prédios, perigos, diversão
Insanidade
Corpos requebrantes a bailar

E mais variantes
Sonhos, solidão, sopor
Sobra torpor
Sem supor sobriedade

Todos procuram felicidade
E guardam no bolso a saudade

Ateu Poeta
06/11/2014

terça-feira, 4 de novembro de 2014

DEUS-DARÁ

DEUS-DARÁ 

Debate
De bote
Deboche
Delírio, the voice

Devoção
Direita
Direta
Destrói

Destro
Diálogo
Diagonal
Diretas

Diário
Deus-dará

Ateu Poeta
04/11/2014

SIAMÊS DE SILÍCIO

SIAMÊS DE SILÍCIO

Sinapse, sinopse, sinos, sinais sine qua non 
Incide inside, insight 
Calíope, Calipso, Calixto
Dara, dera, Dira, dora, dura, dirá

Karen, querê-la, querela
Cara, cera, cira, cora, cura, será?
Tarso, terço, tirso, torso, toco torto toco, torço
Massa, messa, missa, mossa, Mussa, moça moca, macaco, Mococa    
Márcia, Mércia, Mírcia, morsa,mercê, merci
Marco, março, maço, maçom 
Dom, Doom, do, dawn 
Two, tiu, til, to you

Síntese, sintaxe, sintático, sintético
O meu silêncio não é simples siamês de silício

Ateu Poeta
04/11/2014

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

ODE AO ID


No crivo do imperceptível eu quis voar
Incrível era tudo em que um dia cri
Precisei me apaixonar para saber que estava vivo
Por os pés no chão para poder sonhar

Os idiotas narcisistas odeiam a democracia
A escravidão não foi embora
A ditadura deixou cria
Será tudo um circo magnífico sem pauta?

No espetáculo da ribalta
Apresentarei Nietzsche ao público platônico 
Que atônito verá destruída a sua fé
Em catatônico canto canônico

Nada de niilismo sobrará
Só aforismo

Ateu Poeta
03/11/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.