Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

PÓ DE DIAMANTE



PÓ DE DIAMANTE

A saudade surge assim
Com uma pressão constante 
Que estraçalha diamante
Até reduzí-lo a pó

Furacão frio e voraz
Sua velocidade feroz 
Fere a fera mais atrós
Cada ato atado a nós

Impossível desamarrar
Que será de mim, poesia?
Ainda bem que estás aqui
Para minha dor derramar

Semeando esta folha em branco 
Que em teu canto já foi mar

Ateu Poeta 
Pacoti-Ceará, 07/12/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.