segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

SABOR DE CANÇÃO

SABOR DE CANÇÃO 

Não precisas ser igual nem ideal
Ou mesmo pretender perfeição
A tua simples presença
Preenche o infindo vazio

Do meu coração
Sorriso de arrebol
Olhar de ocaso
Doce brilho do sol

Diversos miosótis 
Frenesi de versos
Universo de neon 
Orvalho de constelação 

Tudo toca em outro tom
Tens sabor de canção

Ateu Poeta
26/01/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.