sábado, 10 de janeiro de 2015

SOU ARTE

SOU ARTE

Uma parte de mim cria arte
A outra devora
Não sei o que fui outrora
Mas, doravante sem ela não sou nada

Talvez a vida seja uma piada amarga
Quem sabe? 
Daí, preciso de remédio para amargura
De onde brote candura entre as durezas do andar

Algo que me distraia da dor
Até permita esquecê-la
Musa com sabor céu e frenesi
Pelo qual valha a pena sorrir

Um motivo nesse sideral sem sentido
Onde espaço não há

Ateu Poeta 
10/01/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.