sábado, 3 de janeiro de 2015

TEOREMA DO GATO

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2015/01/teorema-do-gato.html
TEOREMA DO GATO

Quando a vida está por um fio
Você sozinho sem nada a perder
O que valia à pena se esvai
Fria floresta a fenecer

Somente o vazio é perene
As lembranças se vão
Para que tanta correria
Se é tudo em vão?

Mas um ser evanesce
Mera mente de ilusão
Tantos planos, sonhos, mundos
Agora não resta nenhum

O ciclo recomeça
Um dia o gato vira atum

Ateu Poeta
03/01/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.