sábado, 14 de março de 2015

CEGO



CEGO

Aquele que não enxerga de dia 
Será o teu guia na escuridão
Aí verás que o verdadeiro cego
É quem infla o ego de ilusão

O problema não é a venda
Mas a legenda que tu não lês
As leis não têm vez
Na tênue teia que prende a tez 

Porque os juízes estão à venda
Seio sem sombra de solidez 
A pátria só é amada 
Quando não é amarga a sensatez

A mamada calculada 
É tão desejada quanto a embriaguez 

Ateu Poeta 
14/03/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.