terça-feira, 28 de abril de 2015

OBRA PRIMA


O que há de primor na obra prima?
Confesso que não sei
Serão segredos de Cervantes?
Algum deles eu herdei?

Nasce na ânfora do caos?
Os anjos tocam violino
No ocaso do alvorecer
Em plena luz do anoitecer?

Prima pela rima e ritmo passageiro?
Pretérito ligeiro do inquérito de algoritmo 
A sereia serpenteia a verve fugaz
Quando a inspiração vem vivaz a vida brota

Da bolha e da tecla
E pula para a tela de janela em janela

Ateu Poeta
29/04/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.