quinta-feira, 16 de julho de 2015

LÁ FORA

LÁ FORA

Lá fora
A cada hora
A arcádia canta
A primavera se aprimora

Viciado
Cego ser seviciado
Espartanos esparsos
Paço de quimeras

Noir espaço sideral
Na junkebox da esquina
Tocam trôpegas conjecturas de Noel
Neve cobrindo a serra de cristal

Sem saber sangrar serpente, sabre e sal
Aurora se esconde por trás de todo esse vendaval

Ateu Poeta
16/07/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.