Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 3: O TERNO

O SÓSIA
 CAP 3: O TERNO

Enquanto o delegado prendia os 5 após imensa discussão, na prisão Ramiro não foi bem recepcionado. Na cela superlotada um homem ,que seria o líder, ao ver o novo colega com ar de rico fala com ar ameaçador:_Belo terno, gostaria muito de vesti-lo. Dispa-se!

Ramiro tira a parte de cima do terno marrom, joga para o chefe da cela e diz: _Se quiser o resto, venha pegar!
_Eu não preciso, os outros farão isso para mim.

Cinco homens entre 2 metros e 2 e 20 se levantaram e de braços cruzados foram até Ramiro, que ainda advertiu: _É melhor vocês não se meterem nisso.

Rindo, um deles pegou uma faca e tacou em Ramiro que ao perceber a intensão adiantou-se e torceu o braço do sujeito, levando-o ao chão e em seguida desmaiando-o com um soco no queixo.

Logo, os demais partiram para o ataque, mas Ramiro derrubou todos. Quebrou o braço direito do primeiro, o joelho esquerdo do segundo, deslocou o queixo do terceiro e quebrou o nariz do quarto.

Os outros presos tentaram linchá-lo, mas ele fez o mesmo com todos. Em pouco tempo o chão estava vermelhíssimo com o sangue de braços, pernas e narizes fora do lugar. 

Vendo aquilo o líder tentou desculpar-se, mas antes de qualquer palavra Ramiro fez sinal para que ele nada dissesse e se aproximou.

_Você tem tanta vontade assim de ter um terno?
_Sim.
_Mas este aqui já é meu._Tacou a cabeça do homem nas grades.

Com o barulho policiais foram olhar o que havia e entraram na cela para retirar todos os feridos.

Ateu Poeta
16/09/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.