Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 4: O PASSADO DE RAMIRO

 O SÓSIA 
CAP 4: O PASSADO DE RAMIRO

Após sobrar apenas Ramiro na cela seus irmãos chegaram e também o governador. Dois dias depois chegaram todos os outros da lista postos na mesma cela.

A verdade é que ainda faltavam 5 membros dos esquemas de Ramiro, os da família Silva Castelo, com Edilson, Edson, Edísio, Edgar e Eduardo. O primeiro é ministro do S.T.E., o segundo do S.T.J., o terceiro é capitão do Bope, o quarto das Agulhas Negras e o quinto general do exército.

Mas, no começo Ramiro era apenas um carioca comum que trabalhava fazendo bico, ora de servente de pedreiro, ora de gari, às vezes até de encanador. 

Um dia foi confundido na rua com um marginal, ainda hoje nem sabe que tipo de marginal, mas o fato é que além de ser inocente ainda iria ser linchado por uma população furiosa, não fosse um detalhe; desde criança Ramiro treinava krav magá que aprendera com seu pai e estava em um nível altíssimo.

Quando foi cercado com gritos de "matem ele", Ramiro, apavorado , concentrou-se em tudo o que sabia, controlando as emoções à espera do primeiro ataque. Tentaram esfaqueá-lo várias vezes e acertar-lhe com pedaços de pau, com ferramentas, pás, enxadas e todo tipo de coisa.

Quando já tinha derrubado uns cem mas não parava de surgir mais gente para agredi-lo, Ramiro enlouqueceu e com duas facas nas mãos resolveu matar todos que pudesse e foi cortando pescoços como quem corta papel.

Quanto mais o suor escorria, mais a fúria lhe fervia o sangue e a multidão só crescia até que veio a imprensa e a tropa de choque com suas balas de borracha e suas bombas de gás lacrimogênio e bombas de fumaça preta e bombas de fumaça branca. Ramiro jogou as facas longe e fez-se de morto tão bem que foi levado junto com todos os outros mortos para o I.M.L. enquanto a ambulância levava os feridos e desmaiados para o hospital.

Ramiro atacou agente funerários e vestiu a roupa de um deles roubando também o carro e abandonando em outra cidade quando a gasolina acabou e ainda meio surtado entrou em um supermercado, roubou uma faca e assaltou um dos caixas, depois partiu de bairro em bairro assaltando, até roubar um 22 de um guarda de posto.

Daí pra frente alugava hotéis baratos, abriu uma conta bancária para onde jogava metade do dinheiro dos assaltos, com a outra metade passou a ir a festas e conhecer todo tipo de gente, pagando a bebida, quando descobriu um falsificador de documentos, então fez 25 nomes falsos dos quais Ramiro foi apenas o primeiro e abriu 25 contas bancárias e depositava o dinheiro soa assaltos em todas para não chamar muita atenção. 

Um dia ouviu falar de uma coisa chamada sósia e saiu pelo mundo a procurar sósias para si e foi convencendo um a um a fazer um esquema em que todos enricariam juntos.

Ateu Poeta
17/09/2015