segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 1: A LOIRA DA ACADEMIA

O SÓSIA

CAP 1: A LOIRA DA ACADEMIA


Várias garotas entram na academia, dentre elas uma loira estonteante que parecia ligeiramente mais  bela àquela tarde. O homem de terno se aproximou com olhar fixo, balbuciou algo mas não conseguiu emitir som algum.

_Eu não ouvi, mas você quis me dizer algo?_ Perguntou a mulher à queima-roupa.
_Sim, eu gostaria de convidá-la para tomar um café depois daqui.
_Não vai dar, eu vou me casar nesses dias..._Ela olhou bem para ele e o rosto pareceu-lhe extremamente familiar.
_Seja feliz!_Disse o homem virando-se e indo embora.
_Droga!_Falou a mulher sem querer. E para si mesma disse:_Vá atrás dele, agora!_ Mas, já era tarde. Ao sair da academia não havia mais sinal do homem em lugar algum. Tanto poderia estar em um ônibus, táxi ou mesmo um über naquele trânsito infernal, como também poderia estar de carro próprio, que ela nem saberia qual.

Dois dias depois, na mesma academia, um, novo encontro casual a fez lembrar de onde vira aquele rosto e resolvera indagar ali naquela hora antes que ele fugisse novamente:_Eu conheço você da televisão. Você é o governador?

_Não. Quem dera.
_Irmão?
_Nenhum parentesco, infelizmente.
_Mas há uma semelhança incrível._Insistiu_ Se você fosse o governador eu aceitaria aquele café.
_Sei, mas aí não importaria se fosse eu não e sim o cargo. Além do mais ele deve ser casado. E você mesmo não ia se casar?
_Sim. Mas, o governador é solteiro. Segundo as revistas de fofoca e ele nunca foi visto com nenhuma mulher.
_E quem garante que ele não é gay?
_Eu gostaria de conhecê-lo assim mesmo.
_Então, você aceita sair para tomar um café?
_Você é o governador?
_Não.
_Então, a resposta é não.
_E se eu pudesse participar de uma reunião de negócios onde nós cumprimentaríamos o governador?
_Eu iria com você.
_Nem sabe o meu nome.
_Sei sim, é Ramiro Ramires, o dono de uma rede de academias. Mas, também se chama Rodrigo Rodrigues, o governador. Existem ainda 18 nomes com profissões diferentes, mas todos bem de vida e com um histórico que acabam se encontrando. E por sinal, ponha suas mãos na cabeça e esteja preso!

As algemas são postas e o magnata é conduzido para a delegacia mais próxima em um carro de polícia camuflada com soldados à paisana.


Ateu Poeta
14/09/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.