Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

terça-feira, 1 de setembro de 2015

SEM FÔLEGO

SEM FÔLEGO

Fôlego é o que eu perco ao te ver
Meu coração de lego
Já não sabe mais bater
Nem o pulmão respirar

Falta-me o ar nos teu olhos
Em teus esses o universo se esvai
E não volto a ser feliz como noutras eras
Tua boca é quimera de rimas

Que alitera as belas canções
Templo de radiação
Que emana paixão e delírio
Até teus cabelos têm o brilho da ilusão

Ateu Poeta
01/09/2015