sábado, 16 de janeiro de 2016

BANDEIRA NEGRA

BANDEIRA NEGRA

Merecemos mais educação
Cérebros em erupção
Na era da informação

A real revolução 
É criar evolução

Esqueça a sua intuição
Procure instrução
Seja na computação
Ou no seio da canção

Chega de destruição!
Balas perdidas sem função
Tirando vidas à traição
Explosão na conjunção
Na conjuntura da radiação

Catástrofes abissais da equação
Notícias mais sangrentas que filme de ação
Não existe James Bond na estação
Para Cunha, Samarco e marcos da fruição

Tudo se compra e todos se vendem na fração
No bingo, no pregão e no balcão
Peças no bolso do barão-cação
Caçadores à espreita em estreita condição

O mundo mudo planta mudas da corrupção
Como é possível tanta convicção?
O fanatismo só afina a sua funesta dicção
A paz aqui jaz no discurso da contradição
Jazz do jamais e a lama no meu coração

Ateu Poeta
16/01/2016
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.