Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

quarta-feira, 18 de maio de 2016

O SÓSIA CAP 13: MINE CÉREBROS



O SÓSIA CAP 13: MINE CÉREBROS

A nave de Natasha dividiu-se em vários androides e o jipe que estava dentro da nave virou para ela armadura. De um dos compartimentos Natasha tirou mine cérebros e pôs um por um na cabeça de cada androide e em seguida deu um choque e cada cérebro ficou com o tamanho de um cérebro humano, mas com milhões de conexões já feitas, eram cérebros já com conhecimento russo de combate e tecnologia. Acoplado a cada cérebro existia uma espécie de chip orgânico, ou chip carbônico, como era normalmente chamado pelos cientistas russos.

A armadura de Ramiro nesse momento começava a voar, a de Natasha e os androides também. Quando todos olham para cima avistam milhares de supercasas brasileiros, desenvolvidos pelo presidente golpista atual. 

_Ôpa, agora a coisa ficou boa!_ Fala Ramiro, imaginando que Natasha tenha uma escuta para cada androide e para o a sua armadura também.

_Como você sabia da conexão vocal entre nossas armaduras, Ramiro? _Perguntou Natasha espantada.

_Deduzi. Foi mais um teste para ver se você responderia._ Antes de ele concluir, uma tropa veio em sua direção e o metralhou ferozmente. Uma fumaça imensa se espalhou ao redor, uma explosão se fez com estilhaços da armadura para todos os lados e Ramiro simplesmente sumira.

_Delta 1 para Natasha, quais as ordens? _ Um dos androides aprendera a se comunicar e se chamava agora de Delta 1 em referência à uma antiga tropa especial estadunidense, mas também por ser um nome genérico e na pressa das operações, os cientistas russos nunca deram nome às suas criações. E também não havia nomes para cada um que usasse um mine cérebro, apenas o mesmo conhecimento estabelecido mecanicamente por fibras óticas desenvolvidas na Rússia que deixava o pensamento mil vezes mais rápido que o de um humano qualquer, o que dava a cada androide uma genialidade nata, e um segundo após a conexão feita como os mine cérebros eles já conseguiam aprender novas coisas e com o choque dado por Natasha, que gerou em cada cérebro um inchaço, deu a cada mine cérebro a capacidade de absorção de informação de 10 mil cérebros humanos, ou seja, com algum tempo cada um seria uma espécie de biblioteca ambulante de combate e poderiam ficar independentes, mas justamente por isso que existia para cada um uma espécie de chip orgânico, que, preso a cada mine cérebro, os conecta entre si e com Natasha e ao mesmo tempo dá ordens diretas para torna-los a ela submissos. 

_Delta 1? Foi esse o melhor nome que pensou?_ Respondeu Natasha. 

_Precisamos de nomes simples. Esqueçamos nossas antigas diferenças com os Estados Unidos, a missão agora é capturar Cardoso no Brasil, também conhecido como Dante. 

_Como adquiriu essa informação assim tão rápido, Delta 1?

_Acontece que cada avião desses possui uma rede de wi-fi interna, e embora de uso restrito entre os pilotos, pelo qual eles se comunicam neste momento, meu cérebro possui um sistema interno de invasão de dados e acesso à internet por quaisquer meios, mesmo quando houver limite de distância, parece uma criação feita por Tesla. _Dito isto, um míssil explode perto de Delta 1.

_Já era, perdi um bom soldado._ Fala Natasha em voz alta, mas para si mesma.

_Não, senhora, não perdeu. Aqui é Delta 2 e Delta 1 fez uma coisa extraordinária, senhora, ele criou um campo eletrostático-magnético roubando energia das baterias do motor de vários aviões. Ele está, neste exato momento, 100% impenetrável senhora Natasha. 

_E você não em entrou em ação ainda por que, isso aqui parece um filme?

_Sim senhora. Parece “o resgate do soldado Ryan” misturado com “Falcão Negro em perigo”, “Contratadas para matar”, “Rambo 4”, “Operação Valkíria” e “Bastardos inglórios”, “Tropas estelares” e aqueles seriados infantis tipo “Power rangers”. _Uma terceira explosão é escutada.

_O que foi agora?_ Pergunta Natasha, agora mais raivosa do que apreensiva.

_Câmbio, aqui é Delta 3, senhora. Eu aprendi a fazer a mesma coisa que Delta 1, Delta 2 está sob ataque neste momento e está fazendo exatamente a mesma coisa, senhora Natasha e eu achei uma pessoa em cima de um dos aviões usando uma das peças sobressalentes de talvez algum androide anterior a nós que por ventura tenha sido abatido neste combate antes de nós, mas como não vi nenhum de nós ainda ser abatido eu suponho que seja o Senhor Romero.

_Mas, como? Eu vi os estilhaços da armadura dele. 

_Eu acredito, senhora, que ele tenha achado um botão de ejetar e com essa peça sobressalente está agora abrindo um dos caças pelo teto e se infiltrando como um verdadeiro espião russo faria, embora ele seja brasileiro e, até agora, que eu saiba, nenhum brasileiro chegou ainda a este nível, a não ser que eu ainda não tenha tido tempo de ver direito na internet sob o sinal de wi-fi que aprendi a deixar mais forte interligando todos entre si como se eu fosse a matriz e com isso, estou dando ordens contrárias aos caças e interceptando as ordens de Dante, ou o mesmo conhecido como Cardoso ou Ali. Senhora, o Estado Islâmico acaba de invadir a Rússia, nós iremos abortar a missão e ir defender o nosso país ou iremos avançar e ir até o Brasil derrubar o poder ditador para acabar com essa Nova Ordem Mundial de araque?

Natasha não soube responder a esta questão.

_Aqui é Delta 1. Retorno agora a ligação para avisar que também aprendi a modificar as mensagens dos aviões enviados do Brasil e mandei eles atacarem o Estado Islâmico, menti dizendo que a Rússia agora já era aliada e que os jihadistas passaram a inimigos deles. 

_Câmbio, alô! Aqui é Delta 2. Ramiro conseguiu roubar um dos caças do inimigo e partiu, acredito que, rumo ao Brasil. Sugiro que pelo menos alguns de nós o acompanhem e estou fazendo isso com 10 dos nossos e aguardando ordens, senhora Natasha.

_Vocês me surpreenderam. Falta só criarem um bateria solar, eólica e que funcione com qualquer substância triturada ou aquecida...

_Aqui é Delta 2. Senhora, Delta 4 acabou de criar isso, invenção ainda sem nome mas já está sendo acoplada a cada um de nós que eu estou conseguindo alcançar. Infelizmente tive que destruir 8 aviões inimigos para criar para nós um propulsor mais eficiente e estou também acoplando a cada em cada androide, senhora.

_Até agora, vocês estão se mostrando dignos dos milhões que foram investidos em vocês. Façam um propulsor para mim também que iremos para o Brasil e fique apenas um de vocês para tomar os controles dos caças e quando acabar com o Estado Islâmico, faça com que eles se autodestruam. 

_Aqui é Delta 4, senhora. Missão aceita, eu fico, já invadi 25 controles e os estou controlando, até agora já foram eliminados através do meu comando direto 100 mil jihadistas e estou tomando o controle de mais 25 caças neste exato momento.

_Capitão Neves para base. Estamos sendo atacados por vírus recém-desenvolvidos, passando os controles para manual. Perdi o contato com os outros e acho que esta mensagem está sendo interceptada. Pelo sim e pelo não, já derrubei 150 dos nossos e vou derrubar todos os outros. Base, responda.

_Negativo, Capitão. A missão agora é explodir a cabeça dos jihadistas. Temos outros planos para a Rússia. Câmbio e desligo.

As explosões entre os aviões não param de acontecer.

_Que comunicação estranha foi essa, Delta 4? _Indaga Natasha.

_Senhora, foi uma mensagem que interceptei. Ele realmente derrubou 150 aviões e agora derrubou mais 10,totalizando 160, mas já o localizei e vou derrubá-lo em instantes, mandei uma contraordem como se fosse da base, imitando a voz do General Queirós que assume o papel de comunicação em uma das cabines de controle._ Uma nova explosão se confirma e o caça onde estava o Capitão Neves é destruído.

Em outro ponto, distante dali, o caça de Ramiro pega fogo. As chamas crescem na asa esquerda e o caça começa a rodar em parafuso constante. Ramiro sente uma tontura enorme, como nunca sentira antes e desmaia. O caça começa a cair, agora está a menos de 20 metros do chão.

Ateu Poeta
17/05/2016