terça-feira, 6 de setembro de 2016

PAZ FUGAZ

PAZ FUGAZ

O mundo hoje
É todo igual
Em cada lugar
Um fascismo
Um nazismo
Direitismo descomunal

Golpe civil
Ritual
Diretas já
Sociedades, secretas ou não
Querendo a escravidão total
Apocalipse now

Midiação unilateral
Medíocre mediação formal
Desvios de verba bilionários
Códigos binários sem matriz
Matiz da caverna
Rios de erva

Minerva cheirando pó
A rigor, infeliz
Um senado armado
Contra o país
Vampiros na Câmara Federal
Não falta rival

Racismo irracional
E bala perdida
Mais que o normal
Voto roubado
Onde já se viu?
É tão vil

Lixo cultural é servido
À libido
Embebido em lavagem cerebral
Trapaça em taça de cristal
Traças, baratas e ratos no poder
Tração até a China

Transação
Faxina
Truculência de antemão
A guerra sempre está por um fio
Porque o funil aperta mais e mais
Democracia aqui jaz

A meritocracia
É tão fugaz
Quanto a paz
E o discurso vicia
Sádicos, masoquistas
E quem já nem sente mais

Falsidade intelectual
Na TV
Na revista
E na entrevista do jornal
Revista sem revisão
É tanta divagação

A ilusão é tão fenomenal
Que mata curdos, sírios, africanos
Gregos helenos e troianos
Cristãos, budistas e ateus
Deístas, muçulmanos e judeus
Filósofos, proletários e cientistas

Sábios, otários e artistas
Socialistas, capitalistas, anarquistas
Comunistas, hinduístas, agnósticos
Camponeses e industriais
Patrões e operários
E quem mais constar na lista

Todos os padrões saem de moda
Os blocos deformam
Tribos viram tribunais
As mudas mudas mudam
No sol, e na chuva
Névoa de luva no arrebol

Ateu Poeta

06/09/2016
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.