terça-feira, 11 de outubro de 2016

QUEM PAGA O PATO?

QUEM PAGA O PATO?   

Lá vai o pato
Na avenida a protestar
São vinte anos
Para poder se lascar
 
O pato pateta
Para fazer eco
De amarelinho
Saiu do boteco
 
Apoiou estrangeiro
Feito um otário
Agora aguenta o coice
Do milionário
 
Quem comeu dinheiro
Levou-lhe no papo
Agora vá para a feira
Compra um farrapo
 
Caiu de trouxa
Aplaudindo a Marcela
Não faz mais alvoroço
Batendo panela
 
Qua qua qua qua
 
Quem paga o pato?
Pato aqui, pato acolá
Quem paga o pato?
Quando o Brasil quebrar?
 
A educação e a a saúde
Aonde é que está?
E o Michel Temer
Agora faz ha-ha-ha-ha
 
Cadê os patos?
O manifesto 
Onde é que está?
E suas musas nuas
 
Presas e expulsas 
Da avenida a dançar
A musa é linda 
Na manifestação
 
Mais lindo mesmo está
O preço do feijão
Vá lá de novo
Babar ovo de ladrão!
 
Qua qua qua qua
 
Ateu Poeta
12/10/2016
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.