terça-feira, 3 de janeiro de 2017

FLASH

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2017/01/flash.html
FLASH

Depois que aquele raio me atingiu
Vermelho virou a minha cor
Com a pressão da fricção
Sou intocável e invisível

A todo vapor
O homem mais veloz do universo
Perseguido sem parar
Pelo Flash Reverso

Que roubou a minha história
Quer roubar a minha glória
Vindo do futuro
Vou voltar no tempo

E desfazer o destino duro
Mais que um velocista
Com panela na cabeça
E moto sem uso

Que talvez você esqueça
Para ter eficiência
É preciso referência
No calor da ciência

Correr, correr, correr
Para sobreviver
Um super-herói
Eu sempre ei de ser

Se irei vencer ou morrer
A batalha é quem dirá
Porque a justiça
Deve prosperar

Então, pago o preço
Se me apresso
Mudo de endereço
E pelo avesso

Deixo a minha vida
Sem quarida
Além da própria evolução
Não há saída

Entro no furacão
Porque além de escolha
É uma missão
Sou 5 em um

Vertentes diferentes
Cumprindo o legado
Do anterior
Com o mesmo sonho alado interior

O mundo proteger
Sobre tudo
Mesmo mudo
De medo a tremer

Ou a fenecer
Com intensa dor
Minha existência é intensa
Resiliência mais do que extensa

Impulsividade
Versus inteligência
Habilidade e eloquência
Contra depressão e carência

Enfrento de frente os assassinos
Por mais que pareça um desatino
A lágrima cai como um hino
Cada aliado abatido

Deixa o meu ego ferido
E derrete o meu coração
Feito magma em libido
No seio do vulcão

A erupção
Então explode
A ira contamina
E o mundo sacode

Você não sabe o quanto
O heroísmo me fascina
Esse é o ímpeto
Que me rege e domina

Sou mina engatilhada
Que arranca pedaços da estrada
Então, bandido
Pode correr

Meu sobrenome é perigo
E desistir
É só um termo, enfim
Que não existe para mim

Não sou responsável
Pela sorte de Pollux
Acabei virando
Um dos lanternas azuis

Nada mais irá me abater
Procuro paz
E os meus pais
Irão sobreviver

Salvarei o que tiver que ser
Com os poderes a crescer
Até o tempo parar
A minha vida

Eu mesmo vou controlar
E, no fim
Tudo dará certo
Eu sei que sim

Ateu Poeta
03/01/2017
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.