Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

sexta-feira, 3 de março de 2017

A EXPLOSÃO

 A EXPLOSÃO

Neste mundo cão
A mais triste solidão
De supetão 
Vem aflorar

Intolerância aos sete nós
Fragrância de fel sem foz
O ódio impera sobre nós
Seduz como a Megan Fox

Cegos em egos
À toda voz
Quem enxerga 
Que se erga

Só quando é tarde 
O alarde se dói
DÓI CODI vem
Feito noz

Quem não tem esquilo
Grita no asilo
Caça feito grilo
Mendes ou Murilo

Humanos, nem sei mais
Onde estão
Bicho no poder
A fazer falsa revolução

No seio da canção
Fenece o irmão
Por culpa braba
Da religião relapsa

Os porcos se vendem
E todos pagam
A dívida dos tolos
Do Arpuador à Lapa

A lápide lapida
A vida sem razão
Refrão sem direção
Causará a divisão

Só a suástica tem força
A foice foi-se em paz
O vermelho caiu
Soltaram Barrabás

Do Japão a Aquiraz 
Aqui jaz a união
O vil metal a conquistar
O reinado do vilão

Carrascos suprimem
O pão com seus cascos
Fino e febril fiasco
Golpe no seio do Brasil

Estopim a galope
Trottoir civil
Estampido dolorido
O colorido não se viu

Penas cortam espadas
Sangradas ou não
No nosso peito uma granada
Em suprema explosão

Ateu Poeta
04/03/2017