segunda-feira, 9 de julho de 2012

VALKÍRIA

VALKÍRIA

Verve é o verde dos teus olhos de maré
Em tua boca mora céu de Júlio Verne
E o inferno de Dante que me aquece
Mulher: mais perigoso jogo de Nietzsche

Brinquedo na estante de Afrodite
Segredo da natureza no desiderato instante de frenesi 
Razão inconstante da evolução darwinista
Poesia da vida sob a pena simbolista de Florbela

Estrela de Cecília em noite de aquarela
Carisma em beleza, guarida e afã
Paz em caos, impossível não querê-la
Aventura de querela e mar de avelã 

Estação paisagista na ópera de Wagner 
Valkíria do Valhala, faz da Terra rara fantasia 

Ateu Poeta
3:34
10/07/2012